Muitas das empresas que oferecem patinetes elétricos para compartilhamento nas ruas têm feito parcerias com empreendimentos para trazer mais conforto e mobilidade aos que por ali trafegam. A iniciativa já é moda em outros países, como os Estados Unidos, por exemplo, onde 38,5 milhões de viagens foram realizadas de patinete só em 2018, de acordo com relatório da National Association of City Transportation Officials. Grandes cidades norte-americanas já têm estações de compartilhamento do transporte de duas rodas – antes visto como brinquedo – em condomínios, hotéis e centros empresariais.

Leia mais:
Prédios de uso misto ganham destaque na era da mobilidade
Locação sob demanda reforça mobilidade urbana
E se o Minhocão virar um parque verde?

A Scoo Mobilidade, que começou a operar em São Paulo em agosto de 2018, tem atuado fortemente no sentido de expandir sua iniciativa pela cidade. O presidente da startup, Denis Lopardo, conta que a empresa tem seis bases de aluguel de patinetes dentro de terrenos privados na cidade. A meta é dobrar esse número até meados de junho e chegar a 50 bases, com oito patinetes cada, nos próximos 100 dias. Os empreendimentos dos bairros da Vila Olímpia, Berrini, Faria Lima e Chácara Santo Antônio serão o foco da ação.

“É uma grande solução de mobilidade para condomínios, porque o usuário desce do elevador do próprio prédio onde mora ou trabalha e dá de cara com a nossa base na recepção”, afirma Lopardo. O executivo diz que todos os locais de compartilhamento de patinetes contam com um instrutor disponível para eventuais auxílios no uso do veículo. “Nós estamos sendo muito assediados pelos condomínios, porque a base agrega valor, gera fluxo, atribui mobilidade ao empreendimento e não atrapalha.”

Região favorece

William Gonçalves, gerente-geral do Flat Central Park, na regiãobusca de parcerias com o prédio. O local possui 202 apartamentos, sendo 62 flats que alimentam um fluxo de 1.500 hóspedes por mês, em média, e 140 unidades residenciais.

Por enquanto, Gonçalves não fechou negócio por questões jurídicas, mas adianta que a estação de patinete dentro do empreendimento é um plano que está em vias de ocorrer. “É uma demanda geral, que começou há uns seis meses. Vemos pessoas de todas as idades e classes sociais usando o equipamento por aqui, já que a mobilidade da região favorece. Com a avenida fechada aos domingos, virou lazer”, esclarece.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.
Base de patinete compartilhado no empreendimento VN Bela Cintra/ Divulgação Vitacon

Agilidade no dia a dia

Deixar o carro em casa e economizar são alguns dos benefícios dos patinetes

Entre os edifícios comerciais, os empreendimentos Sky Corporate, Pátio Victor Malzoni e FL Corporate, localizados na Vila Olímpia, são alguns dos que possuem estações próprias de patinete para uso dos que ali trabalham. O analista de tecnologia da informação Gabriel Oliveira, de 19 anos, foi contratado por uma empresa da região há pouco mais de dois meses e optou pelo veículo para chegar ao local de trabalho.

“Assim consigo economizar tempo entre a estação de metrô e o serviço. A pé, eu demoro de 10 a 15 minutos para chegar, mas de patinete levo aproximadamente três”, justifica. Ele conta que gasta R$ 5,00 por dia com o aluguel e que não tem dificuldade em fazer a locação pelo aplicativo (confira no quadro abaixo), já que o serviço é abundante na vizinhança.

Assim como Gabriel, o empresário Luiz Edgar Xavier, de 35 anos, adotou o veículo como um facilitador de sua rotina. Ele administra residências compartilhadas na região dos Jardins, Jardim Paulista e Paraíso, e usa o patinete para se locomover entre elas. “Eu deixei de usar meu carro nos percursos curtos que faço durante o dia. Poupa tempo e o custo acaba sendo menor, porque não preciso gastar com estacionamento. Os grandes centros hoje não comportam mais tantos carros, por isso precisamos de alternativas”, explica Luiz Edgar.