Um dos principais critérios de quem escolhe viver ou trabalhar em um condomínio é a busca por segurança. Pensando nisso, diversas empresas passaram a trabalhar com o conceito de portaria digital ou remota, terceirizando a gestão de entrada e saída do edifício ou personalizando o controle por meio do celular. Um morador que tem o aplicativo da Noknox, por exemplo, poderá atender a campainha apertando o botão verde em seu smartphone após receber uma notificação do porteiro, tornando o interfone tradicional obsoleto. A solicitação de entrada no prédio pode acompanhar ainda uma foto, permitindo ao morador verificar a autenticidade do visitante. Atualmente, a solução está presente em 327 condomínios residenciais e 65 mil lares no Brasil.

Leia mais:
Locação sob demanda reforça mobilidade urbana
Veja como a pandemia deve impactar tecnologias da construção civil
Saiba tudo sobre garagens em condomínios

Além disso, a versão plus da ferramenta oferece calendário para reserva de espaços, como salão de festas e churrasqueira, envio de imagens e áudio nas mensagens trocadas entre moradores, envio de imagens em ocorrências, anexos em comunicados, enquetes, disponibilização de documentos do condomínio, agendamento de mudanças e cadastro de pets. “Com um simples toque no celular é possível encontrar informações sobre cada local, como o número de mesas disponíveis, louças, talheres, freezer e geladeira coletivos. A ideia é facilitar a vida do condômino”, explica Joaquim Venâncio, CEO da plataforma.

A solução agradou a aposentada e moradora de um condomínio no Tatuapé, Christiane Resende Mineiro, de 51 anos. “Gosto de facilidades que evitam o uso do interfone e grupo de mensagens. Comecei a utilizar o aplicativo depois da contratação pelo condomínio, há 4 meses. Recebo a informação quando chega uma encomenda, tenho contato rápido com os moradores sem necessidade de formar grupo pelo WhatsApp, autorizo de forma segura a entrada de visitantes e fica fácil o contato para dúvidas rápidas com o zelador e a síndica. Enfim, só benefícios”, comenta.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

O Condomob é outro aplicativo para condôminos. Com ele é possível fazer a gestão de entregas, visitas, reservas de espaços e mensagens, além de possibilitar que os moradores façam denúncias com fotos, participem de assembleias virtuais e acessem segunda via de boletos. Atualmente, a ferramenta está em mais de 1.000 condomínios, distribuídos por mais de 23 Estados do Brasil. O Interbind é também uma ferramenta que, além das funções básicas, permite convocar e participar de reuniões, promover enquetes e inserir novos avisos. A solução possui quatro módulos para atender às necessidades de perfis específicos: síndicos e subsíndicos, condôminos, porteiro e administradora.

Armário, lavanderia e lava-carro

Além deles, existem outras soluções atentas à conveniência e segurança. É o caso da Limelocker Residencial, armários digitais, conhecidos também como lockers, que estão sendo instalados em condomínios residenciais e comerciais de grandes cidades como São Paulo. Eles funcionam da seguinte forma: o cliente adquire o aplicativo e paga pela plataforma. Então, encomendas passam a ser entregues diretamente no armário em seu prédio. O usuário recebe a informação sobre o compartimento em que está seu produto junto da senha ou QR Code que utilizará para abrir a porta.

A Limelocker é responsável também pelo serviço de lavagem de roupas, que funciona quando o cliente coloca as peças nos compartimentos, faz a requisição de lavagem por meio de um aplicativo de celular e a empresa recolhe, encaminha e devolve nos armários. Outro serviço que facilita a vida dos condomínios é a Lavô. O aplicativo oferece serviço de lava-carros a domicílio e sem gastar um pingo d’água. Quem faz a lavagem são parceiros cadastrados na plataforma e eles utilizam a cera de carnaúba. O material é espalhado com um pano de microfibra por cima da sujeira mesmo, que é praticamente encapsulada pela cera. Depois, são mais três produtos: um para retirar o que está sujo, outro para eliminar o excesso de produto e um último para polir. O preço inicial é de R$ 40 para limpeza completa do veículo (externa e interna).