Voltar
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Página inicial / Notícias / Governo quer economizar R$ 1,3 bi compartilhando imóveis

Governo quer economizar R$ 1,3 bi compartilhando imóveis

Até 10 de setembro, o Ministério da Economia vai fazer o levantamento dos prédios ocupados por órgãos com sede no Distrito Federal


Eduardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

06/08/2020 - 1 minuto de leitura


Fachada do prédio do Ministério da Economia/ Foto: Hoana Gonçalves/ME

Ministério da Economia quer economizar R$ 1,3 bilhão nos próximos três anos com a redução de gastos com aluguel de imóveis. A ideia é que diferentes órgãos da administração federal passem a dividir um mesmo edifício, reduzindo a ociosidade de espaço nesses locais.

Leia mais:
Casamento impulsiona compra de imóveis em São Paulo
Imóveis maiores e mais afastados continuarão tendência pós pandemia?
Cresce produção de fotos e vídeos de imóveis na quarentena

Uma portaria foi publicada nesta segunda-feira, 3, no Diário Oficial da União com prazos para que órgãos e entidades do Poder Executivo Federal atualizem o cadastro de ocupação de prédios no Sistema de Gerenciamento do Patrimônio Imobiliário de Uso Especial da União.

“Este é o primeiro passo para implantarmos um programa de gestão de ocupação otimizada e compartilhada dos imóveis. A iniciativa do ministério levará em consideração a oferta e a demanda de espaços, de forma a ampliar o compartilhamento entre os órgãos da Administração Pública Federal”, afirmou, em nota, o secretário de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, Fernando Bispo.

Até o dia 10 de setembro, o Ministério da Economia vai coletar as informações dos órgãos sediados no Distrito Federal. Os dados sobre ocupação de prédios nos demais Estados serão recebidos até 10 de dezembro. O cadastro do imóvel deve incluir a área ocupada em metros quadrados, o número de vagas nos estacionamentos e a quantidade de servidores em rotina presencial ou semipresencial.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

“Este levantamento será importante para reduzirmos os gastos com aluguel. Existe a previsão de que esta ação gere uma redução gradativa dessas despesas pelos órgãos da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional”, acrescentou o secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert.  

De acordo com a pasta, empresas estatais e órgãos dos outros Poderes e do Ministério Público da União também poderão participar da gestão compartilhada de imóveis com o Executivo, desde que assinem um termo de adesão.

Conteúdo originalmente publicado em https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,governo-quer-economizar-r-1-3-bi-nos-proximos-tres-anos-com-compartilhamento-de-imoveis,70003385541

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas