Para conter a proliferação do Covid-19, a recomendação da Organização Mundial da Saúde é que todos permaneçam em casa. Porém, há momentos em que é necessário sair para realizar algumas atividades cotidianas, como ir ao mercado.

Leia mais:
Cantoria e barulho levam a conflitos em condomínio na quarentena
Varanda, vista livre e ambientes divididos são importantes pós-pandemia
Bairros de classe média alta têm menores taxas de isolamento em SP

Segundo estudo realizado por cientistas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), da Universidade da Califórnia, de Los Angeles e de Princeton, o vírus pode sobreviver até 9 dias em uma superfície, dependendo do seu material. Portanto, o cuidado deve ser redobrado não somente com a higiene do corpo, mas também com móveis, embalagens e objetos. É fundamental que a mobília seja higienizada corretamente, visando a prevenção de doenças, mas preservando a integridade do material. Confira as dicas da Simonetto Móveis Planejados.

Superfícies

– O álcool 70% é o mais indicado para a higienização. A recomendação para limpeza dos móveis é que seja diluído com um pouco de água. O vírus resiste apenas um minuto ao contato com o produto. Use-o na limpeza da mobília, maçanetas e objetos que tiveram contato com itens do ambiente externo.

– O ideal é intensificar a rotina de faxina, priorizando os cômodos mais críticos, como cozinha e banheiro.

– Proteja os móveis da umidade. Para tanto, recomenda-se a utilização de vedantes de silicone na junção dos tampos e das pias com o revestimento das paredes.

– Alguns produtos, como lustra-móveis, podem criar oleosidade nos materiais e desfavorecer a higienização com álcool ou água sanitária. Use-os com cautela.

– Para a limpeza de amadeirados, utilize sempre um pano levemente umedecido e nunca molhado.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.

– Mantenha as janelas abertas. Com a corrente de ar, o ambiente fica mais arejado, evitando a proliferação de mofos, fungos e bactérias e a contaminação por vírus.

– Na higienização de peças em Lacca, utilize um pano levemente umedecido com água morna, o suficiente para a remoção de poeiras, e outro pano para secar logo em seguida. Limpe-as com frequência, pois com o tempo a poeira pode deixar a superfície fosca e sem brilho.

– No caso de superfícies de vidro, além do uso do álcool, limpe-as com água e detergente neutro, utilizando um pano macio ou uma toalha de papel.

Evitar

– Substâncias alcalinas como vinagre, limão e sal, pois podem causar danos ao móvel;

– Esponjas duras, espanadores e palhas de aço, que podem causar desgastes na superfície com as quais entram em contato;

– Higienização com panos de louça ou pano seco. Eles podem conter resíduos que desgastam as superfícies dos móveis;

– Pano encharcado. Água em excesso é prejudicial à conservação de diversos materiais, sobretudo da madeira.