Aluguel

Valor do aluguel acumula alta de 17,05% nos últimos 12 meses

Índice FipeZAP+ de fevereiro indica que a maior alta foi vista em São José (SC)

Por:Breno Damascena 25/03/2023 2 minutos de leitura
aluguel-residencial-valor
Estado de Santa Catarina impulsionou valorização do aluguel no Brasil/ Crédito: Getty Images

Publicidade

Santa Catarina foi um dos maiores responsáveis pela alta no valor médio de aluguel no Brasil. De acordo com o Índice FipeZAP+, divulgado pelo DataZAP+, as cidades de São José (SC), com alta de +40,79%, e Florianópolis (SC), com alta de +33,36%, foram as duas que registraram as maiores variações positivas nos últimos 12 meses. A valorização do aluguel registrada no período em território nacional foi de 17,05%.

O Índice FipeZAP+ de Locação Residencial, que analisa 25 cidades brasileiras, mostra que o crescimento do aluguel está em ritmo de estabilidade. Em janeiro, a variação foi de +1,21%, e em fevereiro chegou a +1,61%. No entanto, a expectativa da plataforma é de desaceleração dos preços, seguindo uma perspectiva de esfriamento da atividade econômica no mercado de trabalho.

“Essa aceleração é surpreendente porque os últimos dados relativos ao PIB apontaram arrefecimento da atividade econômica e isso costuma ter impacto nos preços”, afirma Pedro Tenório, economista do DataZAP+. “Comparando fevereiro com o mesmo mês de 2022, teríamos aumento médio de 21,1% ao ano, enquanto o exercício para janeiro implica crescimento anual de 15,5%, o que não era esperado.”

Preço médio de locação por cidade

CidadeR$/m²
Barueri (SP)R$ 51,57
São Paulo (SP)R$ 46,41
Recife (PE)R$ 53,55
Florianópolis (SC)R$ 41,48
Santos (SP)R$ 40,02
Rio de Janeiro (RJ)R$ 39,26
Brasília (DF)R$ 37,02
São José (SC)R$ 34,14
São José dos Campos (SP)R$ 33,86
Belo Horizonte (MG)R$ 32,50
Praia Grande (SP)R$ 32,46
Curitiba (PR)R$ 31,04
Santo André (SP)R$ 30,59
Salvador (BA)R$ 30,25
Guarulhos (SP)R$ 29,38
Campinas (SP)R$ 28,52
Goiânia (GO)R$ 28,23
Porto Alegre (RS)R$ 28,12
São Bernardo do Campo (SP)R$ 26,84
Joinville (SC)R$ 25,54
Niterói (RJ)R$ 24,71
Fortaleza (CE)R$ 24,05
Ribeirão Preto (SP)R$ 21,43
São José do Rio Preto (SP)R$ 19,82
Pelotas (RS)R$ 16,19
Fonte: FipeZAP

Apesar da alta observada no território catarinense, o valor médio de aluguel mais caro do País continua no Estado de São Paulo. Barueri (SP), com o aluguel residencial médio custando R$ 51,57 por metro quadrado, ocupa o topo do ranking. Ela é seguida por São Paulo (SP), com R$ 46,41m², e Recife (PE), R$ 43,55m². Já dentro da capital mais cara para se morar de aluguel no Brasil, o bairro de Itaim Bibi é onde se encontra o custo mais alto.

Publicidade

CidadeR$/m²Valorização nos últimos 12 meses
Itaim BibiR$ 73,2 /m²22,60%
PinheirosR$ 70,9 /m²23,30%
MoemaR$ 60,1 /m²17,20%
JardinsR$ 58,4 /m²12,40%
ParaisoR$ 58,2 /m²21,70%
Vila MarianaR$ 52,5 /m²26,70%
Bela VistaR$ 52,2 /m²15,20%
PerdizesR$ 46,0 /m²20,30%
Vila AndradeR$ 37,8 /m²6,70%
SantanaR$ 33,4 /m²14,00%
Fonte: FipeZAP

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

4 modelos de lareira ecológica que você pode ter em casa

2 minutos de leitura
Imagem destacada

3 medos comuns de quem procura investimento em imóveis

2 minutos de leitura
Imagem destacada

Descubra o que é SBPE e quais as vantagens dessa linha de crédito

3 minutos de leitura
Imagem destacada

São Paulo é a capital brasileira de aluguel residencial mais caro em setembro; veja ranking

2 minutos de leitura