Aluguel

Preço do aluguel em São Paulo sobe 15,5% em 2022, aponta levantamento do QuintoAndar

Valor médio do metro quadrado no ano na capital paulista foi de R$ 42,22

Por: Redação, O Estado de S. Paulo 16/01/2023 1 minuto de leitura
aluguel-sao-paulo
Entre os bairros que mais se valorizaram em 2022, Bom Retiro sai na frente, com 37% de variação acumulada no ano/ Crédito: Getty Images

Publicidade

A cidade de São Paulo encerrou 2022 com alta de 15,52% nos preços de aluguel, segundo o Índice de Aluguel Quinto Andar, divulgado nesta sexta-feira, 13. Em 2021, essa variação foi de 3,16%, e em 2020, ano da pandemia da covid-19, os preços tiveram caíram 5,4%. Na capital, o valor médio do metro quadrado no ano passado foi de R$ 42,22.

O índice também revela que, apesar de preços mais altos, há espaço para negociação na hora de alugar um imóvel em São Paulo. Em dezembro de 2022, a diferença média entre os valores anunciados e os valores contratados foi de 10,1%, ou seja, os preços de aluguel chegam a ser 10,1% mais baratos do que os valores anunciados.

Bairros mais caros

Vila Olímpia ocupa a primeira posição no ranking dos bairros mais caros para se alugar um imóvel na cidade em 2022. No bairro, o preço médio por metro quadrado foi de R$69,60, R$27,38 mais caro do que o preço médio da capital. Em seguida na lista estão os bairros Real Parque, Pinheiros, Vila Conceição, Santo Amaro e Vila Madalena.

Valorização dos bairros

Entre os bairros que mais se valorizaram em 2022, Bom Retiro sai na frente, com 37% de variação acumulada no ano. Pinheiros (32,2%), Vila Clementino (31,6%) e Água Fria (31,5%) também se destacaram.

Publicidade

Do outro lado, o bairro que mais se desvalorizou no ano foi o Centro, com baixa de 8,6% no preço médio do aluguel. Logo em seguida estão Jardim Anália Franco (-8,3%), Barra Funda (-4,7%) e Casa Verde (-4,2%).

Filtros mais utilizados em 2022

O armário foi o filtro mais utilizado nas buscas por imóvel para alugar em São Paulo em 2022. Segundo o Quinto Andar, uma das hipóteses para essa liderança é o fato dos armários serem, geralmente, um móvel planejado. Os inquilinos podem entender que alugar um imóvel sem armários pode gerar um custo extra alto e sem retorno, uma vez que provavelmente não serão levados em caso de mudança.

Os cinco filtros mais buscados em São Paulo em 2022 foram, respectivamente: armários na cozinha, armários embutidos no quarto, apartamento cobertura, novos ou reformados, e armários nos banheiros.

Este texto foi publicado:
https://www.estadao.com.br/economia/sao-paulo-sobe-2022-npre/

Publicidade

NEWSLETTER
IMÓVEIS

Inscreva-se e receba notícias atualizadas do mercado de imóveis

Notícias relacionadas

Imagem destacada

Vila Madalena é eleita como o 13º bairro mais legal do mundo para visitar em 2022

4 minutos de leitura
Imagem destacada

“Corretores ruins destroem a reputação do setor”, afirma Roberto Nascimento, ex-CEO do ZAP Imóveis

4 minutos de leitura
Imagem destacada

Residência automática a brasileiros em Portugal: nova lei entra em vigor; entenda

1 minuto de leitura
Imagem destacada

Como preparar um imóvel para a venda?

4 minutos de leitura