Indicadores Estadão Imóveis
FIPEZAP: 
0.64%
ICON: 
0.45%
IGP-M: 
0.66%
INCC: 
0.46%
PMI: 
16.2%
IMÓVEIS

Buscando sugestões para:


Decoração, reforma e construção

Página inicial / Decoração, reforma e construção / Confira 5 dicas para tornar o lar confortável e adaptável

Confira 5 dicas para tornar o lar confortável e adaptável

Para transformar um imóvel em lar, os moradores precisam entender suas preferências e prioridades para criar conexão com o ambiente


Da Redação

16/08/2021 - 4 minutos de leitura


Plantas, fotos, arte e objetos afetivos ajudam a criar conexão com o ambiente/ Crédito: Getty Images

Ao procurar uma casa nova, a localização e a infraestrutura são dois pontos que figuram no topo da lista de prioridades e precisam mesmo ser verificados. Mas, depois de tudo resolvido e mudança feita, que tal pensar na decoração com carinho? O modo como móveis e objetos são distribuídos conferem não só personalidade aos ambientes, como também colaboram com a sensação de conforto e bem-estar.


Além disso, a utilidade do arranjo colabora, e muito, com a praticidade no cotidiano, facilitando a vida na hora de receber amigos para um encontro descontraído, familiares que vão se hospedar ou para cuidar de crianças pequenas, por exemplo. Confira abaixo as dicas que organizamos para você, que está precisando dar um toque intimista e elegante no lar.

1) O que é conforto para você?

Uma sala espaçosa para receber visitas? Uma cozinha aberta para a sala? Um super sofá? Chuveiro a gás com uma grande vazão? Plantas por todos os lados? Como não existe uma fórmula pronta para definir o conceito, é essencial que o morador do apartamento entenda o que é conforto para ele. Somente dessa forma é possível criar uma conexão real com o espaço e fazer os investimentos certos.

“O que pode ajudar o consumidor a entender o que ele quer é, além de contratar um arquiteto, se possível, buscar referências e modelos que atribuem a sensação de lar. A área interna da casa precisa ser confortável e flexível. Também existem profissionais que podem ajudar a entender como cada espaço funciona e como adequá-lo a cada perfil”, conta Paula Blankenstein, head de arquitetura da Yuca.

2) Descubra seu estilo

Trabalhar com cores, objetos decorativos e fotos dá um toque especial ao ambiente. “Os lares contam histórias, representam as pessoas que vivem lá e, por isso, é importante que os cômodos e os moradores estejam conectados e se sintam em casa”, pontua a profissional.

Objetos afetivos, lembranças de viagem, desenhos de crianças, retratos de momentos felizes, quadros nas paredes e arte em esculturas podem falar sobre o gosto dos donos da casa e tornar o mero olhar pela sala muito revelador. Para quem escolheu se cercar de elementos agradáveis, fica mais fácil ser feliz em casa.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.

3) Iluminação influencia muito

Dependendo da preferência de cada um, é possível ajustar o local para a iluminação que mais agrade. Espelhos, juntamente com as janelas, duplicam a luz e o espaço na moradia, por isso são mais recomendados para os amantes de ambientes claros. A luminosidade natural ajuda a aumentar o astral. Para os que preferem cômodos mais intimistas, abajures e lâmpadas com luzes fracas são as melhores opções.

Independentemente da sua preferência por ambientes mais ou menos iluminados, aposte sempre em luzes indiretas. A iluminação indireta cria um efeito aconchegante e é menos invasiva no ambiente, além de não aumentar sua temperatura. A principal vantagem é iluminar de forma suave e difusa, ainda que uniforme, resultando em conforto visual.

4) Aposte na companhia de plantas e aromas

É provável que, ao pensar em decoração, você imagine as plantinhas que irão compor a paisagem de cada cômodo. Mas há uma outra forma de decoração que foge aos olhos e pode passar despercebida: a decoração olfativa. A nossa capacidade de sentir aromas não é trivial: estudo publicado pela revista Science informa que podemos distinguir entre mais de 1 trilhão deles – e pesquisas associadas revelam que o olfato é o sentido mais ligado às memórias e à emoção.

Para a sala, dê preferência à lavanda e ao alecrim dando as boas-vindas. No banheiro, plantas frescas, como folhas de eucalipto ou capim-limão, dão a sensação de limpeza e renovação. Na cozinha, abuse dos temperos perfumados, como manjericão e hortelã. Para o quarto, aromas calmantes, como lavanda e camomila.

5) Cuide da temperatura

Como a temperatura varia ao longo das estações do ano, a regra aqui é pensar sobre elementos que possam ser adicionados ou removidos com facilidade. Já no outono, prepare o lar para as temperaturas mais frias que chegam com o inverno. Espalhe tapetes em locais estratégicos, como a saída da cama e o centro da sala. Instale cortinas e acrescente cestarias pelos cantos.

Antes do final da primavera, recolha tapetes, carpetes, cortinas e roupa de cama pesada, como edredons e travesseiros excedentes. Confira se trincos de portas e janelas precisam de manutenção e garanta boa circulação de ar durante o verão. Se possível, reduza também o número de móveis. Simplesmente recolher uma mesa de centro em madeira escura pode ajudar na sensação de amplidão e leveza.

AVALIAR ESSE ARTIGO
Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login


Notícias relacionadas