Perdizes tem o terceiro maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da cidade e ocupa a primeira posição na zona oeste, com 0,977, segundo dados de 2012. Perde apenas para Moema e Pinheiros.

A região é área nobre e oferece comodidade por ter tudo o que você precisa por perto. O bairro conta com edifícios de alto padrão e boa infraestrutura. A boa localização dá fácil acesso para todas regiões da capital.

Preço

Para quem pretende comprar um imóvel em Perdizes, o valor médio do m² na região gira em torno de R$ 9.500, segundo dados apontados pelo Storia Imóveis. Para quem quer alugar, o custo médio do m² é de aproximadamente R$ 35.

Mobilidade

Por ser um área próxima ao centro, o trajeto para outras regiões da cidade é facilitado por transporte público. Além da grande quantidade de linhas de ônibus que passam pelo corredor da Avenida Matarazzo, Perdizes fica próximo a algumas estações do metrô, embora não exista uma no próprio bairro. As mais próximas são o Terminal Palmeiras-Barra Funda e a Estação Marechal Deodoro.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail as principais notícias e dicas.
Fique tranquilo, não enviamos SPAM.
Quero me cadastrar para receber informações relevantes por e-mail. Fique tranquilo, não fazemos SPAM.
Educação

A área também não deixa a desejar quando o assunto é educação. Entre as várias instituições educacionais, o destaque vai para a sede da PUC-SP. Para os estudantes mais jovens também existem várias opções de colégios, seja de nível infantil, fundamental ou médio, como o Colégio Santa Marcelina, o Batista Brasileiro e o Pentágono, particulares.

Saúde

Perdizes conta com uma unidade do Hospital Israelita Albert Einstein e também do Hospital Samaritano. Além disso, os bairros vizinhos oferecem alternativas, como o Hospital São Camilo, na Vila Pompeia.

Vizinhança

O perfil do morador de Perdizes é muito variado. Segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a maior parte da população do distrito tem entre 25 e 44 anos. 42% dos grupos familiares de Perdizes são compostos por famílias com crianças, 34% são formados por famílias sem crianças e 22% por solteiros, ainda de acordo com o IBGE. A pesquisa aponta também que 26% dos moradores recebem o equivalente a mais de 20 salários mínimos, enquanto outros 26% recebem entre 10 a 20, 22% entre 5 a 10 salários e 23% dos moradores recebem até cinco.

Lazer

O espaço abriga o Teatro Tuca vinculado à Pontifícia Universidade Católica (PUC), um marco cultural para a cidade e para o Brasil. Há também o Bourbon Shopping e o West Plaza, com salas de cinema, teatro e praça de alimentação. Para quem gosta de futebol, perto do bairro tem o Estádio Allianz Parque e o Pacaembu. Este último abriga o Museu do Futebol, construído dentro do estádio. Nas redondezas ainda existem parques, restaurantes e vários estabelecimentos que oferecem shows ao vivo.